segunda-feira, 25 de abril de 2011

Butcher - Astral Karma [1993]

Neste post recordo mais uma grande banda de Belo Horizonte! 


Genero - Thrash, Progressive Metal

Banda surgida em 1987, em Belo Horizonte, contando com Marcelo Mendes na bateria, Mauro na guitarra, Júnior nos vocais e Paulo no baixo. Na outra guitarra, Charley Vasconcelos. O estilo da banda é ainda facilmente enquadrável...Em 88 se torna um trio: Charley assume o vocal e Vladimir Micheletti entra no baixo. Em 1989, com a entrada de Blarth (Tim) na segunda guitarra, o Butcher volta a ser um quarteto. Nesse período, gravam as demo-tapes "Way of Darkness " e "Harmony has no Limits" (ambas de Charley), na qual a banda já mostra forte identidade e inovações na linguagem musical da qual partiam - geratriz de referências para as experiências futuras.A Cogumelo Records contrata a banda para gravar duas músicas inéditas na coletânea "Warfare Noise 3" em 1990: Frontiers of chaos e Quest. Vladimir, que passa a dividir os vocais e composições com Charley, grava a voz em Quest. Nos fins de 91, Guilherme De Marco substitui Blarth. Gravam o demo-tape "Feedbacklife".Em 1992, Charley e Marcelo saem, por motivos distintos. Vladimir passa definitivamente a fazer o vocal. Entra Robson Angelo, que já tocava com Guilherme, na bateria. A banda novamente se torna um trio. Após um ano de ensaios e uma nova demo tape, "Inside The He", gravam o seu único álbum, o obscuro "Astral Karma", lançado em 1993, unicamente em formato vinil, pela Cogumelo Records. Em 1994 uma queda de meteoritos na cabeça dos integrantes extinguiu a banda, quando preparavam o material do segundo álbum e as turnês pelo litoral brasileiro.O material deste segundo álbum é um desenvolvimento da musicalidade e poesia ainda latentes em "Astral Karma", como vocês já podem conferir aqui. 

Butcher 1990 - Vladimir, Tim, Marcelo, Charley

Butcher 1993 - Guilherme, Vladimir, Robson


Show de lançamento do Astral Karma

(Fonte, Tramavirtual)



Track List
Analytical Soldier
Inside
Matrimonial/Open Fire
Quest
Spiritual space
Stop
The He
Try-Out
UFOs





sábado, 23 de abril de 2011

THE MIST - Belo horizonte / MG

Saudações pessoal! 

Neste post faço mais uma homenagem para mais uma grande banda de Belo Horizonte! 
Eu tive a oportunidade de conferir vários shows da banda e confesso que os caras eram foda, infelizmente a banda não existe mais, o deixou todo o seu legado e que serve de escola para quem está começando a curtir heavy metal.

Espero que gostem!!!

A pré-história



Tudo começou com a antiga banda Mayhem(BR), uma das dezenas de bandas deThrash Metal que disputavam um espaço na diversificada cena de Belo Horizonte. O Mayhem lançou apenas uma demo com duas músicas( Brain Mutilation Wardeath e Insane Minds), esta demo, intitulada Adrenalin, de março de 1986.O Mayhem teve certa notoriedade quando teve suas duas músicas inclusas na coletânea Warfare Noise II , promovida pela Cogumelo Records.O line-up da banda, que chegou a gravar era :


  • Gentil - Vocal
  • Beto - Guitarras
  • Reinaldo "Cavalão" - Guitarra (R.I.P.)
  • Renato "Pururuca" - Baixo
  • Cristiano "Balão" - Bateria
Com o fim do Mayhem, alguns dos membros da banda se uniram e formaram o The MisT.



Phantasmagoria

O The MisT foi formado pelos músicos Vladimir Korg(voz), Christiano Salles(bateria), Reinaldo "Cavalão"(R.I.P) e Roberto Lima (Guitarras) e Marcelo Diaz(baixo), nos idos de 1988. Com esta formaçao, lançaram seu primeiro disco, pela gravadora Cogumelo Records, em 1989.
"Phantasmagoria" é um disco que se encaixa perfeitamente à aquela época, em que o gêrero mais aclamado em Belo Horizonte era o Thrash Metal e o Death Metal, com expoentes renomados, como ChakalSarcófagoSepulturaOverdoseHolocausto e o próprio The Mist, que passou a ficar conhecido na região. O Disco continha faixas bem pesadas, porém nao ao estilo extremo como o de outras bandas. Mesmo um pouco crú, e com alguma falta de experiencia dos músicos, com certeza um excelente disco, muito comentado na época. As letras , escritas por "Korg", eram extremamente politizadas, fato que caracterizou eternamente o som da banda. "Korg" possuia um total domínio sobre os temas sociais e políticos. As letras possuiam também um certo cunho depressivo, destrutivo, fazendo constantemente críticas à sociedade e seus dogmas (característica marcante de Korg, que moldava suas composições sob estes aspectos desde a época do Chakal).
Com isto, o The Mist passa a ser reconhecido, no entanto, o Guitarrista Reinaldo, conhecido como "Cavalão", se retira da banda e monta o "Gothic Vox". Posteriormente "Cavalão" falece .O guitarrista Roberto também se retira do The Mist.

The Hangman Tree

O segundo disco é lançado, em 1991. Com a saída dos guitarristas originais, o substituto encontrado é nada menos que Jairo Guedez, ex-Sepultura. Trata-se do extraordinário "THE HANGMAN TREE", considerado por muitos o melhor disco de Thrash Metal do Brasil. Um disco conceitual, que contava a história de uma pessoas que estava prestes a ser enforcada. Foi um dos primeiros a ser lançado em CD .
A banda estava no auge, lotava clubes em todas as partes em que ia tocar.Desta vez, o som já nao era tão inibido. Todos os músicos se sobressairam neste disco, com para Marcelo Diaz com uma criatividade fenomenal, e Christiano , que espancava a bateria. O vocal de Korg estava mais rouco e sombrio que nunca. Korg conseguiu aliar seus vocais agressivos às letras destrutivas. O interessante do disco é justamente a forma com que as melodias foram mescladas as letras.Existe um equilíbrio perfeito entre a melodia e a letra.
O lado Lírico do disco é marcado por letras depressivas e destrutivas, acompanhadas por uma fúria enlouquecedora. "Hell Where Angels Live...My Life is an Eternal Dark Room" é um exemplo claro. Mais uma vez, o vocalista "Korg" se mostra um compositor louvável. Os músicos da banda seguem a linha de riffs rápidos e violentos, uma bateria veloz e um baixo potente. Ouvir o The Hangman Tree é uma experiência única. Eu diria se tratar da perfeição máxima do que pode ser chamado de Thrash Metal. A violência sonora unida a letras destrutivas.


Ashes To Ashes

Após a explosão do disco The Hangman Tree , é anunciada a saída do vocalista Vladimir Korg. A banda se prepara para lançar o terciro disco, desta vez, com um lado industrial. O sucesso da banda se mantém, embora, da primeira vez, é difícil assimilar o som do novo disco, lançado em 1993,intitulado "Ashes to ashes...dust to dust".

Como já dito, neste disco nota-se uma forte infuencia de metal Industrial, com passagens eletyronicas, sintetizadores, etc....Sem os vocais de Korg, percebe-se grande diferença. O vocalista do disco era Marcelo Diaz, o baixista de sempre. Marcelo usou muitos efeitos na voz, e ao que parece, gravou com sobreposições de voz. Ashes to Ashes,Dust to Dust mantém o Thrash que consagrou o The Mist em músicas como "Cross Child", "Blind", entre outras, mas em algumas músicas a influência do industrial aparece com clareza, como no caso de "Disaster", e da fantástica "99 Dead(Wonderland)".
Sem dúvidas, um disco amado e odiado pelos fãs, mas, tecnicamente falando, trata-se de um disco excelente.Ainda podemos ouvir a bateria sendo espancada. O The MisT continua sendo o mesmo, apesar das drásticas mudanças.


Gottverlassen

Este era o título do último disco do The Mist, lançado em 1995. Gottverlassen (alemão), traduzindo para português: Esquecidos Por Deus.
Logo na capa, percebe-se a diferença entre o novo e o velho The MisT. O logotipo já nao é o mesmo de antes, a capa demonstra raiva, e maturidade de uma banda já consagrada.
Desta vez, o industrial é mantido, mas com muito mais maturidade. Nao chega a ser experimental como o anterior, mas extremamente curioso.Os elementos Thrash aparecem mais no disco. Um dos atributos positivos deste disco é a produção exemplar. O disco foi muito bem produzido, a qualidade nas músicas reflete isto com clareza. Do ponto de vista da produçao,é o melhor ; mas no decorrer do disco muitos elementos se diferem das características adotadas pela banda nos discos anteriores, embora os elementos Thrash Metal tenham sido utilizados, como riffs e bateria velozes. Gottverlassen é um disco extremamente curioso. Quanto a formaçao, Mantiveram-se Christiano (bateria) e Jairo(guitarra). O vocal ficou com Cassiano Gobbet, assim como o baixo. Já na turnê, o guitarrista Fabio Andrey foi convidado.

O fim da banda ocorreu algum tempo depois do lançamento de Gottverlassen, por volta do ano de 1997, sem um motivo aparente...deixando uma legião de fãns desolados.

DISCOGRAFIA

1989 - Phantasmagoria (LP)
1991 - The Hangman Tree (LP) (CD)
1993 - Ashes to Ashes…Dust to Dust(CD)
1995 - Gottverlassen(CD)

quarta-feira, 20 de abril de 2011

MUTILATOR - Belo Horizonte/MG


Saudações Caros amigos, 
Este post é uma simples Homenagem da minha parte a esta grande banda mineira e ao grande Amigo Ricardo Neves (Baixista Fundador da banda), que cedeu o texto abaixo e as fotos. Espero que gostem!


Em meados dos anos 80 Belo Horizonte foi invadida por uma avalanche cultural underground, onde um grupo de jovens crescia ouvindo o que existia de melhor no heavy metal mundial.
Nessa epoca várias bandas surgiram no cenário de Belo Horizonte conquistando rapidamente o mercado underground do Brasil, Estados Unidos e Europa.
Bandas como Sepultura, Overdose, Chakal, Sarcofago, Kamikaze ganhavam a cada dia a cada show o seu espaço na mídia e dentre essas bandas o Mutilator teve enorme destaque no cenário metal nacional e internacional.


O Mutilator foi fundado no início dos anos 80 pelos irmaos Rodrigo Neves Costa (baterista) e Ricardo Neves Costa (baixo) rapidamente se juntaram aos dois irmaos os amigos Kleber (Guitarra) e Alexandre  Magoo ( guitarra in memorian). Nesse período começou a busca por um vocalista que se encaixa-se no som agressivo e rápido do Mutilator, vários vocalistas passaram por testes, mas o escolhido foi Silvio SDN que se encaixou perfeitamente com a proposta da banda. Nesse periodo o Mutilator dividia seus ensaios com o Sepultura na casa do baixista Paulo Junior, e nesse período vários shows começaram a aparecer em Minas Gerais e principalmente no estado de Sao Paulo. Não demorou muito para aparecer o interesse de uma gravadora no caso a Cogumelo Records pioneira no mercado Heavy Metal no Brasil.

Release - 1987

O Mutilator entrou no estudio para gravar seu primeiro disco o entaõ Warfare Noise uma coletânea histórica que contava também com a participação das Bandas Chakal, Holocausto e Sarcofago.
O Reconhecimento veio de forma avasalarora para as quatro bandas que tocaram muito por todo o Brasil. Rapidamente e Cogumelo Records teve o desejo de gravar de forma individual as quatro bandas, foi quando o Mutilator gravou o histórico e respeitado Imortal Force já sem a presença de Silvio SDN nos vocais, e Kleber na função de guitarra base e vocais.


Com Immortal Force a banda viajou todo o Brasil, ganhando a cada show um publico muito fiel e ficou muito bem tocada nas rádios especializadas em Heavy metal nos Estados Unidos e na Europa.
Apos um longo período de shows e viagens o Baixista Ricardo deixou a banda com problemas de saúde (insuficiência Renal) e o baterista Rodrigo tomou a mesma decisão.
A banda gravou mais um disco com uma nova formação, mas não durou muito tempo e o Mutilator encerrou suas atividades de forma muito prematura.
Após 26 anos de seu lançamento oficial Immortal Force ainda é um dos discos mais influentes e respeitado da história do Heavy Metal no Brasil.

Long live the loud.

 
Mutilator em Presidente Prudente / SP 












DISCOGRAFIA

Grave Desecreation (Demo) (1985)


Immortal Force (1987)
Line-up:
Alexandre Magu : Lead Guitars
Kleber : Rhythm guitars, vocals
Ricardo N. : Bass
Rodrigo N. : Drums




Into The Strange (1988)
Line-up:
CM (guitars/backing vocals) (ex-Cova, MX)
Kleber (bass/backing vocals)
Magoo (guitars/vocals) (R.I.P.)
Armando (drums) (ex-Holocausto, ex-Sarcofago) 

terça-feira, 19 de abril de 2011

IMPORTANTE

Antes de Baixar qualquer material no blog leia o tutorial no canto esquerdo da página!

SAGRADO INFERNO - Belo Horizonte/MG


Sagrado inferno é uma banda de heavy metal nacional, ligeiramente de Belo Horizonte. Segundo boatos a banda é a primeira de Heavy Metal do estado de Minas Gerais. A banda foi formada em 1983 mas só lançou essa demo que aqui posto. A banda tocou com Sarcófago, Armmagedon, Chakal, Sepultura e Minotauro no Metal BH II. A qualidade da gravação é muito fraca, mas é muito interessante a qualidade dos riffs e solos. Vale também como forma de matar a curiosidade.


FORMAÇÃO:

Rogerio - Vocals
Dilsinho - Rhythm Guitar
Silvinho - Guitar
Marquinho - Bass
Ronaldo - Drums



WARKOHOLIK - Thrash/Hardcore RJ



Banda formada em meados de 2005,com o propósito de fazer um som com influências de Thrash,Hardcore e D-beat do qual todos nós somos influenciados . Com letras que tratam de maneira sarcastica e bem humorada dos problemas da raça humana . Em 2006 tivemos uma demo gravada chamada "Consumed by alcohol" que infelizmente até hoje nunca foi lançada . Em 2008 a banda fez uma participação na coletânea Metal reunion vol.2 com o som "Fuel Alcohol".Em 2010 foi gravada nosso segundo material intitulado "Living the life...Side by Side" composta de 5 sons e um cover de "A Coffin" do D.R.I. lançada de maneira independente . No momento a banda segue fazendo shows de divulgação da demo,procurando selos para lança-la e trabalhando nas composições para o próximo disco.

Conta atualmente com a seguinte formação:

Lugão Bastard:Vocal
Bode De Sade:Guitarra
XxX:Bateria
Robot:baixo


:: Contatos para Produtores de eventos :: 

:: Site::

:: Videos :: 

Living the Life...Side by Side

1 - Bitch 
2 - Decadence in my life
3 - A Cofin
4 - Living the Life...Side by Side
5 - Maldito CO2
6 - Infernal Disgrace


Coletânea - O Real Rio De Janeiro Hardcore


*** Material Gentilmente Cedido por: Lugão Bastard ***







SUFFOCATION OF SOUL - Heavy/Thrash Metal - Poções-Ba



O Suffocation of Soul foi formado oriunda de Poções-Ba, com influências do Thrash e do Heavy Metal tradicional, o Suffocation of Soul desde suas primeiras apresentações procurou demonstrar através de uma música rápida e pesada, todas as características que lhes fizeram seguir este estilo: O Metal em sua mais pura forma!. No início das atividades a banda se apresentou nas cidades da região; Boa Nova, Barra do Choça,  Poções, Vitória da Conquista (onde conquistou publico fiel)  e Ibicarai e Itabuna onde fizeram dois shows com a banda Malefactor. Após uma sequencia de shows, em Novembro de 2008 a banda deu um importante passo que foi a gravação do cd demo intitulado “Demoniac Empire” que teve ótima aceitação da mídia especializada (Revistas,zines e Sites..) onde rendeu vários shows em toda a Bahia inclusive a participação no maior festival de rock do estado, o Palco do Rock de Salvador se apresentando para uma publico de cerca de 6.000 pessoas e sendo indicada como Banda Revelação do Palco do Rock e Banda  revelação do interior da Bahia. Colhendo Frutos do Palco do Rock a banda passa o ano de 2009 e inicio de 2010 fazendo shows em todo o estado, Ipiau,Jaguaquara, Jacobina, Vitoria da Conquista e toca mais seis vezes na capital.  No dia 10/12/2009 foi lançada uma coletânea com 15 bandas, do Brasil, Portugal e México pelo selo “Guilhotine Records” onde o Suffocation of Soul participa com uma música; coletânea esta que tem distribuição em toda Europa. Recentemente o grupo fez seu primeiro show fora do estado, (Itabaiana-SE) mostrando a perseverança dos membros e a seriedade no trabalho. Atualmente a banda é citada como uma das grandes promessas baianas, e já esta finalizando o Debut Album intitulado “The First Attack”. O material já foi gravado e está em fase final de mixagem, com o lançamento previsto para o 1ª semestre de 2011. 





Formação:
 André Gonçalves – Baixo e Vocal
 Tarcísio Correia – Guitarra
 Mauricio Souza – Guitarra
 Márlon Pacheco – Bateria

Demoniac Empire (Demo 2008)

Faixas:
1.The Begining of Battle
2.Demoniac Empire
3.The Perpetual Lie
4.Suffocation of Soul
5.Brigade of the Death


*** Material gentilmente cedido por Tarcísio Correia *** 


segunda-feira, 18 de abril de 2011

ACT OF REVENGE - Salvador/BA



Banda brasileira formada em julho de 2008, a Act Of Revenge tem como forte característica a rica variedade de sonoridades, fazendo com que cada musica tenha a sua atmosfera singular, causando sensações e sentimentos diversos para quem aprecia. Passeando entre o tradicional e o moderno, o simples e o experimental. Suas letras abordam temas ligados a evolução, prosperidade e superação de obstáculos internos. Retrata a guerra do dia a dia do cidadão comum e o alerta de coisas que estão diante dos nossos olhos, mas que às vezes não conseguimos enxergar. Em alguns momentos uma injeção de ânimo, em outros a provocação da revolta.   

 MYSPACE 
 myspace.com/actofrevengebrazil

YOUTUBE
 youtube.com/user/xActOfRrevengex

FOTOLOG 
 fotolog.com.br/actofrevenge

ORKUT 
 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=15462196761868520055



Sacrament - Banda de Metal/Thrash de São João del Rei/MG


Sacrament foi formado no início de 2006 em São João Del-Rei MG pelo guitarrista Felipe Mantuanelli. Esta primeira formação contava também com o guitarrista Jenner e o baterista Carmelito, este que faz apenas alguns shows e deixa o posto para Filipe (baterista da banda Heresis) que sai logo após se alistar no exercito, passando seu lugar para Tiago e logo depois para Luis Paulo. Aos poucos, o Sacrament foi conseguindo grande destaque na cena mineira, pois desde o início a banda vem desenvolvendo uma sonoridade própria. Mas logo quando a banda ia se destancado nos festivais em que tocava, sofre mais três baixas: a do vocalista Leandro, do baixista Rick Öwens e do guitarrista Jenner, para seus lugares foram chamados, Igor para o vocal, Luellerson para o baixo e Raphael para a outra guitarra. Com esta formação, o Sacrament volta à ativa tocando em mais festivais, sempre se destacando entre as bandas, e já com uma estabilidade começa a compor mais músicas, e apresenta-las em diversos shows tendo uma ótima aceitação pelo público. Mas quando tudo parecia estar certo, deixa a banda o baixista Luellerson e o baterista Luis Paulo, juntam-se rapidamente o baixista Felipe Viegas (Heresis) e o baterista Lucas (Skyeart). Com o line-up estabilizado com: Igor Vocal – Felipe Mantuanelli Guitarra – Raphael Guitarra – Felipe Viegas Baixo – Lucas Margotti Bateria, a banda grava entre os meses de Março e Maio de 2008 seu 1° Cd “Veritas vos Liberabit”, e volta aos palcos no dia 14/06/2008 no Roça n.. Roll 2008. A partir dai outras formaçoes se seguiram ate que em 2010 a banda muda radicalmente e apenas um dos seus primeiros membros fica na banda.
Entram no cast: Rafa - vocais (Upstairs/celebration of evil) Nune- guitarra (Upstairs/ Frantic slaughter/Subsolo) kaio-bateria e Paulo – baixo (Skyert) , com essa formação a banda começa fazer vários shows pariticipando da seletiva mineira do wacken metal battle em .
Logo após mais uma perda , o baterista Kaio se ausenta por motivos pessoais e a banda continua seu caminho na procura de um substituto, Em Feveiro de 2011 com a Participação especial de Lucas Margotti na bateria, a banda entra em estúdio e grava o Ep ( face of lie ) onde além do single Face of lie o álbum ainda conta com  mais 3 músicas  (DragonMen, From the sand e I deny ) registradas de forma ao vivo num ensaio da banda mostrando uma nova sonoridade mais densa e pesada mostrando assim a nova face da Banda Sacrament  . Atualmente o grupo trabalha nas composições do seu novo álbum com previsão pro segundo semestre de 2011.

CONTATOS :


TWITTER:

ORKUT E COMUNIDADE:


FACEBOOK:

EMAIL:

Sacrament - Face of Lie 

domingo, 17 de abril de 2011

HOCNIS - Em Rádio Norte-Americana



A banda mineira HOCNIS estará na grade de programação da rádio norte-americana Braingell.
Suas músicas serão apresentadas durantes toda a programação do dia, fiquem atentos na rádio para curtir a banda!

Para ouvir a rádio sintonize: http://www.braingell.com/

Contato para shows e merchandise: hocnisthrash@gmail.com